Conheça as uvas que dão origem aos vinhos catarinenses de maior sucesso

Considerada ainda uma região bastante nova na produção de vinhos, a Serra Catarinense entrega vinhos com muito frescor e elegância. Entre as principais variedades cultivadas por aqui está a Sauvignon Blanc. Originária de Bordeaux, esta casta tem se tornado a mais emblemática do Estado e tem dado origem a muitos vinhos premiados.

O nosso vinho Sauvignon Blanc, por exemplo, foi indicado como um exemplo de qualidade pela renomada revista Decanter, que circula em mais de 90 países, em outubro de 2020.

Mas por que esta variedade é importante para Santa Catarina? A Sauvignon Blanc se adaptou muito bem à altitude e ao clima da região e suporta bem as baixas temperaturas e também a amplitude térmica.

O resultado em taça são vinhos frescos, com certa mineralidade e boa complexidade aromática.

Entre as uvas tintas o destaque vai para variedades italianas como Sangiovese e, principalmente, Montepulciano.

Ambas vêm se adaptando ao clima frio e úmido da Serra, no entanto, a Sangiovese demanda muito mais cuidado no campo, enquanto a Montepulciano se mostra mais à vontade na região.

Como é uma uva de colheita tardia, é a variedade que colhemos por último aqui na Fazenda Bom Retiro. Assim ela alcança uma maturação bem interessante e taninos redondos.

Por aqui a Montepulciano está no vinho Pieno, um corte majoritariamente composto por Sangiovese. Este tinto é produzido em pequena escala, cerca de 5 mil garrafas por safra.

Vale a pena experimentar para degustar os vinhos típicos de altitude.

Por Cleisi Soares, jornalista, WSET 2

Pesquise no nosso site

Carrinho

Seu carrinho está vazio no momento.

Para visitar o site da Vinícola Thera, você deve ter idade suficiente para o consumo legal de álcool em seu país. Se não houver limite de idade em seus país, você deve ter mais de 21 anos.

Você é maior de 18 anos?

Não