Arquitetos falam sobre expansão da pousada, vinho na decoração e como receber com vinho

Arquitetos Marina Blasi Bahia e Bernardo Bahia

No mercado há oito anos, a Blasi Bahia + Arquitetos Associados é o escritório responsável pelos projetos de arquitetura dentro da Fazenda Bom Retiro. Além do retrofit do Wine Bar e da renovação do lounge, já concluídos, estão em andamento a expansão da pousada – serão 10 novas cabanas com vista deslumbrante –, a área social do condomínio residencial e também a vinícola, que já deve atender à próxima safra.

Os arquitetos Marina Blasi Bahia e Bernardo Bahia são os heads de arquitetura do escritório. Formados na UFSC e com passagens pelas universidades do Porto e de Valência, atuam na área de arquitetura e interiores residencial, comercial e imobiliário.

O casal conta detalhes do que planejou para os espaços, fala do vinho como temática para a decoração e dá dicas de como receber com vinho! Confira a entrevista:

Qual foi o conceito empregado para expandir a pousada, obra que já está em andamento e deve ser concluída até o fim do ano? “A ideia foi conectar as edificações existentes, mantendo o conceito de proteger a natureza e a paisagem. Pensamos na obra de maneira sustentável para que mesmo no longo prazo ela não tenha impactos no ambiente. Serão 10 novas cabanas e uma área de bem-estar com piscina externa, piscina interna aquecida, bar para a piscina, sauna, espaço fitness e sala de massagem.”

 

Que tipo de materiais priorizaram para trazer aconchego sem deixar de lado a elegância?
“Nossa diretriz para todos os projetos na Fazenda Bom Retiro é fazer as coisas passarem uma sensação de pertencimento e se conectarem à natureza, paisagem e contexto local. Isso vai desde a escolha de materiais, então priorizamos madeira e pedra locais, até a definição de objetos de decoração, onde galhos dos vinhedos se misturam a itens do acervo da fazenda. A ideia e que se faça intervenções que respeitem e valorizem as características locais, com uma visão global.”

 

Como pensaram a funcionalidade da decoração, já que estamos falando de ambientes abertos ao público?
“Escolhemos pecas multifuncionais e versáteis. Um banco, por exemplo, pode também servir como mesa lateral ou mesa de centro. De forma geral, optamos por materiais brutos, em seu estado natural, visando uma melhor relação com o meio ambiente. As cores, tons e matizes da decoração seguem a paisagem – sempre à mostra através das cortinas de linho – como ocre, cinzas, tons das cascas de arvores e das folhas secas.”

 

Que elementos propriamente do vinho fazem parte da decoração?
“Usar elementos do vinho é uma ideia feliz, mas tentamos não ser muito literais para fugir do óbvio. Garrafas são reaproveitadas como castiçais ou vasos, galhos de parreira compõem arranjos, tudo da forma mais natural possível e com o que se tem disponível. Os livros que compõem a decoração são do próprio acervo da fazenda, com títulos sobre vinho, arte brasileira e fotografia e os quadros em exposição são curadoria em parceria com uma galeria de artes.”

 

Quais os melhores ambientes domésticos para pensar uma decoração que remeta ao vinho?
“O vinho remete a momentos de contemplação, relaxamento e confraternização. Então, pense em um ambiente que propicie o desfrute da bebida, desde uma sacada ou cozinha gourmet até uma adega ou sala de degustação, para quem tem mais espaço.”

 

Uma instigante experiência sensorial, como é o caso do vinho, torna um evento inesquecível. Como preparar um ambiente em casa para receber amigos com vinho?
“A melhor forma de receber alguém é preparar o ambiente para que os convidados estejam à vontade, independente se for um jantar formal ou a recepção de um casal de amigos. É importante que as pessoas tenham à mão o que for necessário para se servirem. Escolher uma louça legal, taças adequadas e um jogo de guardanapos especial demonstra carinho e prazer com o momento. Adoramos luz baixa e algumas velas!”

 

O que não pode faltar em uma adega doméstica?
“Um bom vinho, taças adequadas, decanter e boa companhia.”

 

Quais as melhores dicas ao estilo Faça Você Mesmo para quem quer usar elementos do vinho na decoração de casa? O que seria mais criativo?
“O vinho está sempre associado a momentos e pessoas, então por que não guardar rolhas de bons vinhos, escrever nelas a data e com quem foi bebido e guardar em um vaso ou bowl?! Também vale reaproveitar uma garrafa bonita, de um vinho de que você gosta e colocar azeite ou utilizar como vaso ou castiçal – como é feito na fazenda!”

 

 A figura do profissional de wine design tem se disseminado com a criação de rótulos que passeiam por estilos clássicos, inovadores e, principalmente, a tendência de rótulos conceituais com uma gama visual de cores e formas. Sendo assim, qual a importância do rótulo/garrafas neste contexto da decoração? 
“Existem vários rótulos muito bonitos e criá-los é um trabalho muito delicado. Os rótulos revelam características do que está na garrafa, sendo o primeiro a contar sobre a experiência que a pessoa terá com aquele vinho. Ele representa a personalidade do vinho, da vinícola e de seu criador.”

Por Cleisi Soares, jornalista, WSET 1 e 2

Pesquise no nosso site

Carrinho

Seu carrinho está vazio no momento.

Para visitar o site da Vinícola Thera, você deve ter idade suficiente para o consumo legal de álcool em seu país. Se não houver limite de idade em seus país, você deve ter mais de 21 anos.

Você é maior de 18 anos?

Não